Português – Programa Operativo

APPA Mondo

Contatos em todo o mundo:
Os serviços de saúde o outra sorganizaçoês sem fins lucrativos, que trabalham para ajudar Países em desinvolvimento na área de saúde, se interessados em criar uma collaboraçâo internacional para crescer o Progetto A.P.P.A.® , pode emviar um e-mail a: appa.onlus@unito.it.

 

Nos estamos propondo fórmulas galênicas por dois motivos: o primeiro é relacionado ao baixo custo do sistema de produção e à simplicidade dos procedimentos operativos; já o segundo, que na nossa opinião é o mais interessante e importante, é a possibilidade de preparar produtos medicinais com dosagens e formas farmacêuticas conforme a necessidade do paciente, e certamente, à prescrição médica.

Este projeto acontece em um hospital com quatrocentos leitos. E de acordo com as estatísticas, a administração máxima de um paciente é de dez doses por dia, assim aproximadamente quatro mil administrações farmacêuticas devem ser dispensadas diariamente. Nós escolhemos o instrumento mais apropriado de acordo com a demanda diária.

O projeto respeita as regras de BPM/BPL em vigor na Itália, que poderão ser modificadas ou simplificadas se adaptando às necessidades locais e às dificuldades no fornecimento de drogas e materiais. Tais simplificações não deverão, obviamente, alterar a qualidade galênica: a qualidade é um suporte necessário para garantir segurança e eficácia.

No projeto em anexo você pode encontrar a descrição dos instrumentos e os principais procedimentos aplicados; os custos também estão relatados. Preste atenção, particularmente, ao baixo custo dos intrumentos revisados, pois eles tem um preço reduzido em 40%.

Na nossa opinião a realizaçao do Projeto A.P.P.A.® requererá seis etapas:

 

1

A primeira etapa do programa implica na escolha do local aonde aonde o laboratório galênico será construido; tal escolha pode ser feita por indicação de organizações do setor ou por pedido direto. O médico responsável pela estrutura sanitária deverá evidenciar as principais patologias, após serão formulados os medicamentos que deverão ser preparados no futuro laboratório galênico. Assim, o médico responsável poderá avaliar e confirmar as formulações e as formas farmacêuticas estudadas e sugeridas.
Foto 1

 

2

Foto 2
Na segunda parte do programa um estudante da Faculdade de Farmácia da Universidade dos Estudos de Torino deverá desenvolver o seu trabalho experimental de conclusão de curso preparando tais formas farmacêuticas no laboratório galênico da associaçãoA.P.P.A.® (San Gillio, Turim, Itália) ou em outra sede indicata pelo projeto A.P.P.A.®. O estudante, neste contexto, deve adquirir o dominio, seja na utilização de toda a aparelhagem necessária para a produção dos medicamentos (funcionamento, manutenção e limpeza), como na preparação de relatórios de trabalho e de protocolos operativos.

 

3

A estrutura sanitária envolvida no projeto deve denominar e escolher um encarregado de confiança, que seja uma pessoa do local ou uma pessoa de referência, que deverá frequentar o laboratório galênico da farmácia de San Gillio (Turim, Itália) por um periodo suficiente para o aprendizado das preparações galênicas sob orientação do Dr. Antonio Germano e de um estudante do curso de Farmácia. Em um segundo momento, este estagiário deverá ser capaz de transmitir as noções adquiridas aos outros colaboradores do laboratório galênico.
Conseqüentemente será prosiguido a compra e a expedição da aparelhagem e dos materiais. As quantidades das matérias primas necessárias para a produção das formas farmacêuticas serão fornecidas em função de uma previsão de uso semestral, instaurando assim, uma atividade de laboratório contínua e constante.
Foto 3

 

4

Foto 4
A quarta parte do programa consiste da transferência seja do estudante como do estagiário, que esteve na Itália, ao local onde será montado o laboratório. No local, sob a cuidadosa orientação do estudante de farmácia, as fases do projeto deverão ser concretizadas respeitando os procedimentos operativos e os protocolos de produção de cada preparação galênica.

 

5

A quinta etapa implica na produção das formas farmacêuticas e na execução de testes de controle de qualidade de rotina de todas as preparações realizadas no local. Os resultados deverão ser reportados em um relatório de trabalho da respectiva formulação, com finalidade de garantir a segurança e a eficacia terapeutica, requisitos indispensaveis de qualidade. A qualidade é relacionada às caracteristicas das matérias primas, à sua conservação e à produção respetando os procedimentos operativos. É previsto um outro controle semestral que será feito nos laboratórios da Faculdade de Farmácia, Universidade dos Estudos de Torino. Amostras das diversas formas farmacêuticas produzidas em um semestre e colhidas ao acaso deverão ser enviadas à co-responsável do projeto, Profa. Paola Brusa, a fim de executar os testes indispensáveis para assegurar a qualidade dos preparados e a reproducibilidade dos protocolos opertaivos ao longo do tempo. Esta avaliação poderá, em todo caso, ser executada em qualquer momento seja considerado necessário.
Foto 5

 

6

Foto 6
A cada ano um estudante da Faculdade de Farmácia andará ao laboratório construido, durante o periodo de desenvolvimento do trabalho experimental de conclusão de curso, com a finalidade de controlar o prosseguimento e eventualmente desenvolver novas formulações, permitindo assim, uma evolução contínua do projeto. A fim de obter os resultados desejados, antes da viagem o estudante deverá adquirir o conhecimento previsto pela segunda etapa do programa a fim de obter os resultados desejados.

I commenti sono chiusi.